PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Em 2021, CE registra aumento de 23,8% na abertura de novos negócios

8 de fevereiro de 2022 - 15:22

Projeto Empreendedor Digital deu celeridade e promoveu a desburocratização da abertura de empresas no Brasil

Mesmo com todas as dificuldades que o país vem enfrentando nos últimos anos, o Ceará aumentou em 23,8% a abertura de novos negócios em 2021, quando comparado a 2020. Esses dados são do projeto Empreendedor Digital e contabiliza a abertura de todos os tipos jurídicos de empresas realizados pela Junta Comercial do Estado do Ceará (Jucec) e, também, o universo do Microempreendedor Individual (MEI).
Quando analisadas apenas as aberturas realizadas pela Jucec, sem a inclusão dos MEIs, esse percentual é ainda maior e chega a 32,97%, no comparativo a 2020, o que corresponde a 18.276 novos negócios abertos entre janeiro e dezembro de 2021. No comparativo ao ano anterior, os meses que se destacaram em crescimento foram abril (145,65%); maio (139,93%); e junho (78,93%).

Entre os segmentos que mais cresceram em 2021 estão:

-Serviços combinados de escritório e apoio administrativo;
-Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial;
-Construção de edifícios;
-Comércio Varejista de Artigos do Vestuário e acessórios;
-Atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica;
-Comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal;
-Instalação e manutenção elétrica;
-Atividade médica ambulatorial restritas a consultas;
-Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios
-Serviços de engenharia.

Essa elevação também é fruto de um trabalho que a Jucec vem fazendo junto ao Empreendedor Digital, um convênio com mais oito juntas comerciais dos estados do AC, AM, AP, MS, MT, RR e RS, e do DF; e o SEBRAE nacional que visa dar mais segurança, rapidez e desburocratização ao ambiente de negócios do país.

No início desse ano, a Jucec divulgou a isenção do preço público na constituição das seguintes empresas: Empresário Individual; Sociedade Limitada e Sociedade Limitada Unipessoal. Essa iniciativa promoveu ainda mais praticidade, celeridade e economia para empreender no Ceará e é uma importante etapa para implantação da Solução para Abertura Automática de Empresas.

“A Jucec tem trabalhado ativamente para melhorar o ambiente de negócios no Ceará, trazendo inovações e a digitalização dos procedimentos para tornar a abertura de empresas mais rápida, fácil e segura. Frequentemente estamos anunciando novas medidas, em parceria com o Governo do Estado e a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), que dão celeridade e desburocratizam os processos. Para isso, o Empreendedor Digital, convênio com mais oitos juntas comerciais do Brasil que o Ceará tem a satisfação de presidir, está sendo um grande diferencial na expansão e formalização de empresas no País.”, declara a presidente da Jucec, Carolina Monteiro.
Assinaturas avançadas

Entre as outra inovações lançadas pelo projeto Empreendedor Digital no ano passado, que a Jucec implantou em março, foram as Assinaturas Avançadas. A partir dessa facilidade para quem deseja empreender no Estado, foi possível assinar documentos eletronicamente, por meio do selo de confiabilidade.
Com isso, o projeto conseguiu mais uma vez desburocratizar o processo de formalização dos negócios no país e reduzir custos. Esse método, além de fornecer uma opção gratuita para o cidadão, também garante a comprovação de autoria e a integridade do documento eletrônico. Entre março e dezembro de 2021 foram registradas pela Jucec cerca de 23.600 assinaturas avançadas apenas para constituição de empresas.