PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Nova identidade visual da JUCEC representa transformação digital vivenciada pela Autarquia

6 de outubro de 2020 - 15:43 # #

Essa transformação coloca a Junta Comercial em um novo patamar, como um dos agentes protagonistas do desenvolvimento econômico do estado. 

 

A Junta Comercial do Estado do Ceará (JUCEC) apresenta sua nova marca, que dialoga com o momento vivenciado pela Autarquia de transformação digital. Fruto de investimentos em tecnologias, parcerias e ações inovadoras, essa mudança tornou a Jucec 100% digital, mais transparente e integrada aos demais órgãos responsáveis pela formalização de negócios. 

 

Além disso, a Junta do Ceará também executa a gestão do Projeto Empreendedor Digital, em parceria com o Sebrae Nacional e outras 9 juntas comerciais, e está sempre buscando inovações e tecnologia para aprimorar os serviços prestados ao cidadão. Essas ações colocam a Autarquia em um novo patamar, como um dos agentes protagonistas do desenvolvimento econômico do estado do Ceará. 

 

A nova logo representa uma impressão digital, formada pelas letras J e C (Junta Comercial Ceará), o que nos remete ao atual modelo de registro empresarial e à tecnologia, segurança jurídica e acessibilidade que permeia os serviços realizados pela Jucec. Além disso, a marca também está alinhada ao padrão das vinculadas do Sistema Sedet – Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho.  

 

Para a presidente da Jucec, Carolina Monteiro, a logomarca representa a Junta Comercial que temos hoje. “Antes vista como mero órgão cartorial, atualmente, a Jucec tem se reposicionado e buscado prestar muito mais que o serviço de registro de empresas. A Autarquia atua no desenvolvimento econômico, ao trabalhar para simplificar procedimentos, integrar órgãos e entidades, ampliar e investir em tecnologias que promovam mais acessibilidade e segurança jurídica ao ambiente de negócios do estado. Isso contribui com o crescimento de novos negócios,inclusive atraindo investimento estrangeiro”, destaca. 

 

Com serviços 100% digitais, a Jucec, que já havia implementado o teletrabalho para o setor de análise, apenas ampliou o modelo remoto aos demais setores durante a pandemia causada pelo novo coronavírus. Desde março, a equipe trabalha de casa para garantir a continuidade dos serviços, que não deixaram de ser realizados um só dia durante o isolamento social. “Neste período, criamos o Observatório Jucec, uma publicação diária que apresenta o quantitativo dos serviços prestados. Analisando os dados, notamos que as abertura de empresas mantiveram a média de 350 registros por dia (útil)”, acrescenta Carolina.