PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Números da Jucec refletem os impactos positivos da reabertura gradual das atividades econômicas no Estado

22 de julho de 2020 - 10:30 # #

Os dados de novas empresas e demais serviços relacionados ao registro empresarial realizados na Junta Comercial do Estado do Ceará (JUCEC), autarquia vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho, mostram cenário positivo diante das ações de retomada das atividades econômicas. O balanço feito pela Jucec é dos últimos 4 meses e evidencia bons resultados no mês de junho, período em que foi dado início ao plano de retomada responsável de abertura das atividades econômicas e comportamentais do Estado. 

O balanço contempla números de abertura e fechamento de empresas, livros autenticados, certidões emitidas, análise de processos e arrecadação do órgão. Estes dados, com exceção do último, são divulgados diariamente no Observatório Jucec, em publicação diária na redes sociais da Junta Comercial. 

Na maioria dos indicadores, o mês de junho representa um salto em relação aos três meses anteriores de 2020, apontando para uma recuperação que se desdobra aos poucos nas atividades do setor público. Vale ressaltar que alguns serviços, em determinados meses,  chegaram a ultrapassar os valores obtidos em 2019, como ocorreu com a emissão de certidões específicas em junho deste ano que obteve aumento de 2,89%. No comparativo com o ano passado, o mês de março registrou aumento nos serviços de abertura de empresas (29,5%), livros (20,2%), certidões (4,19%) e análises (44,01%). 

Outro dado positivo neste 2020 é no número de fechamento de empresas, que registrou queda de 15,15%. Apesar de observado um aumento de encerramentos no mês de março, com 2.419, o total de baixas realizadas de março a junho deste ano (13.245) foi menor que a soma de extinções dos quatro meses em 2019 (15.611). 

De acordo com a presidente da Jucec, Carolina Monteiro, “os números indicam alguns sinais de retomada da economia, como o dado de junho deste ano em que percebemos o aumento de 57% na abertura de empresas em comparação ao mês de maio de 2020. Acreditamos que as medidas adotadas pelo Governo do Estado de auxílio às empresas e a política de simplificação do registro empresarial no estado possam ter contribuído para esse resultado”.