PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Jucec apresenta projeto de nacionalização do sistema de registro mercantil

12 de julho de 2019 - 14:43 #

O ceará é pioneiro na implantação do sistema, dessa forma participa do projeto de nacionalização como cogestor

O projeto de nacionalização do Sistema de Registro Mercantil – SRM, sistema que o Ceará implantou de forma pioneira em maio de 2017, foi apresentado, nesta sexta-feira (12), pela presidente da Junta Comercial do Estado do Ceará, Carolina Monteiro, ao secretário do Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro, com a presença do diretor do Departamento de Registro Empresarial e Integração – DREI, André Ramos.

De acordo com Carolina Monteiro, a reunião de apresentação “foi fundamental para iniciar as discussões sobre o projeto de nacionalização do SRM, que é o sistema que possibilita o registro digital de empresas, automatização do registro e atende à lei de RedeSim (11.598/07). O ceará participa desse Projeto como cogestor, tendo em vista o pioneirismo na implantação do sistema”.

 

SISTEMA DE REGISTRO MERCANTIL

O SRM, hoje presente em outros oito estados, foi produzido para realizar a gestão de todo o processo de registro de empresas e atividades afins na junta comercial, de dados das empresas e de todo trabalho que é feito no âmbito do registro empresarial de auditoria e controle. O principal benefício do SRM é automatização dos procedimentos e o registro digital.

A Junta do Ceará foi a primeira do país a substituir o antigo sistema de registro – Siarco, sistema utilizado até 2017 -, pelo SRM, que possibilita o acesso em uma plataforma digital dos principais serviços disponibilizados pela Junta e todo o acompanhamento de processos e dados, se configurando como uma importante ferramenta de gestão.