PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Saldo de empresas abertas no Ceará cresce em 22% de Janeiro a Outubro de 2021

9 de novembro de 2021 - 14:51

A Junta Comercial do Estado do Ceará (Jucec) contabilizou o total de 94.621 novas constituições apenas no período de janeiro a outubro de 2021. Ao comparar com o mesmo momento do ano passado, calcula-se um acréscimo de 28% de empresas a mais em todo o Estado do Ceará. Dentre todas as aberturas, 8.727 foram apenas no mês de outubro.

Os Microempreendedores Individuais (MEI) seguem marcando presença em uma parte considerável das constituições no estado, representando 79.296 empresas de janeiro a outubro, ou seja, 84% do total das aberturas de novos negócios. Deste total, 7.282 foram registros do mês de outubro.

“Um ponto a ser considerado é o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Jucec na desburocratização e simplificação de registro empresarial, não só no processo de abertura como também de formalização perante os demais órgãos. Todos os projetos são frutos de uma política do Estado do Ceará que visa a melhoria do ambiente de negócios” afirma o vice-presidente da Jucec, Caio Rodrigues.

Entre os setores, aquele que se destacou em aberturas foi o de Serviços, que inclui salões de beleza, restaurantes, dentre diversos outros. Em segundo e terceiro lugar, estão o setor de Comércio e Indústria, com 34.021 e 9.130, respectivamente. Os números estão progredindo à medida que o Governo do Estado avança com a vacinação contra o Covid-19 e libera o funcionamento de todos os setores.

O Comércio Varejista de Artigos do Vestuário e Acessórios foi a Classificação de Atividades Econômicas (CNAE) mais aberta desde janeiro até o mês de outubro de 2021, apresentando o total de 10.972 constituições. Logo em seguida, está o Comércio Varejista de Cosméticos, Produtos de Perfumaria e de Higiene Pessoal, com 8.143.

Enquanto isso, as extinções apresentaram o valor de 32.326 desde o início do ano, e tiveram um acréscimo se comparado com 2020 que teve um total de 22.811 baixas de empresas. Mesmo com a gradação dos números de extinções em 2021, o saldo — número de aberturas menos os de fechamentos — de empreendimentos no estado é positivo.