PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Jucec participa do 40° Encontro Nacional das Juntas Comerciais em Foz do Iguaçu/PR

28 de junho de 2019 - 16:16

Matéria: Thais Brandão e Mariana Menezes
Fotos: Assessoria da Fenaju

O encontro teve início dia 25 e segue até 29 de junho, reunindo as 27 Juntas Comerciais

Representantes das 27 juntas comerciais do Brasil

O 40º Encontro Nacional das Juntas Comerciais, Enaj, que está sendo realizado em Foz do iguaçu/PR, reúne dirigentes, secretários e procuradores das 27 juntas comerciais para discutir a temática “As Juntas Comerciais na era digital”. O evento teve início na quarta-feira (26/06) e segue até amanhã quando será feita a Carta Foz do Iguaçu que engloba as discussões e encaminhamentos feitos durante o evento. A Jucec está sendo representada pela presidente, Carolina Monteiro, vice-presidente, Caio Rodrigues e o gestor de TI, Carlos Eugênio.

Para a presidente da Jucec, a inovação pode melhorar o relatório do doing business apontado pelo Banco Mundial, no que se refere a facilitação de abertura de empresas do Brasil. “Acreditamos que as novas ações implementadas com as medidas provisórias do registro automático e da liberdade econômica no que se refere à alteração da Lei. 8934/94 possam vir a corroborar com o trabalho que as juntas comerciais vem fazendo, que é efetivar de fato a RedeSim no Brasil,  automatizar e simplificar ainda mais o processo de legalização das empresas”.

Palestra Magna ministrada por Márcia Amorim

A secretária especial de Modernização do Estado da Presidência da República, Márcia Amorim, destacou na palestra magna realizada ontem (27/06) a importância da desburocratização e do momento de transformação digital pelo qual o Brasil passa. “O processo de transformação digital do país tem foco na facilitação da vida do cidadão e já efetuou a digitalização de 120 serviços públicos em 2019, envolvendo 16 órgãos, inclusive o INSS. Estima-se que o total desses mil serviços digitalizados nos dois anos possa gerar uma economia anual de R$ 6 bilhões, sendo aproximadamente R$ 3 bilhões economizados pelo governo e outros R$ 3 bilhões pela sociedade destinatária dos serviços transformados”.

A presidente da Fenaju, Cilene Sabino ressaltou a relevância do certificado digital, que já é realidade em parte do país, além de destacar os benefícios que a certificação trará aos empresários. “A certificação digital traz celeridade, desburocratização e coloca o Brasil no patamar de países desenvolvidos, assim como traz segurança jurídica, a mesma já existente no sistema judiciário brasileiro, com a assinatura digital. Mas é preciso mudar a cultura do empresariado, para que vejam que os benefícios são muito maiores do que o custo que a mudança acarreta”

Reunião com os representantes

ENAJ 

O encontro, promovido pela Federação Nacional das Juntas Comerciais, Fenaju, une os representantes envolvidos no registro mercantil para promoção de um melhor ambiente de negócios no Brasil, além da uniformização de processos e procedimentos com foco na melhor prestação do serviço público aos usuários.