PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Número de empresas extintas cresce 31,81% no Ceará

11 de janeiro de 2016 - 11:59

Foram 1.417 empresas fechadas em dezembro de 2015, de acordo com o índice mensal.

O número de empresas extintas no estado do Ceará cresceu 31,81% em dezembro de 2015,

Foram 1.417 empresas fechadas em dezembro de 2015, de acordo com o índice mensal.

O número de empresas extintas no estado do Ceará cresceu 31,81% em dezembro de 2015,em comparação ao mesmo período de 2014, os dados são do Índice Mensal do Comércio-IMC divulgado hoje (11) pela Junta Comercial do Estado do Ceará-Jucec. Foram 1.417 empresas extintas no mês passado frente a 1.075 fechamentos em dezembro de 2014. O tipo jurídico Microempreendedor Individual-MEI obteve aumento de 35,96%, com 722 empresas fechadas em dezembro de 2015, contra 531 extinções no mesmo mês em 2014.

O setor comércio se destacou, entre os setores de serviço e indústria, com o maior percentual e maior número de fechamentos de empresas, com 747 extinções em dezembro de 2015, frente a 541 empresas extintas no mesmo mês de 2014, o que corresponde ao aumento de 38,07%. No entanto, o setor comércio também foi o que obteve o maior número de aberturas de empresas, com 1.485 novos negócios em dezembro de 2015.

O número de novas empresas, no Ceará, obteve aumento de 7,15%, com 3.341 novas empresas mês passado, contra 3.118 constituições em dezembro de 2014. O tipo jurídico Empresário reduziu em 22,35% o número de registro de novas empresas, com 462 empresas abertas mês passado, ante 595 constituições no mesmo período de 2014.

Balanço do ano

Em 2015 foram registradas, no Ceará, 58.783 novas empresas, sendo cerca de 40% dessas aberturas de empresas, do setor comércio, e 75,46% correspondentes ao tipo jurídico Microempreendedor Individual-MEI. Em relação ao fechamento de empresas, foram 18.880 extinções no ano passado, sendo 52,62%, desses fechamentos, referente ao setor comércio, e 47,84%, das empresas fechadas em 2015, são do tipo jurídico Empresário.

 

Confira o IMC-Jucec de dezembro de 2015

 

null