PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Presidente da JUCEC participa do lançamento do “O Ceará que a Gente faz”

15 de fevereiro de 2012 - 14:45

O Ceará que a Gente faz”, projeto que visa apresentar in loco os principais empreendimentos do Governo estadual

Os presidentes da Federação das CDLs do Ceará, Honório Pinheiro, e da CDL de Fortaleza, Freitas Cordeiro, e o Presidente da JUCEC, Ricardo Lopes, participaram juntamente com 50 diretores do lançamento “O Ceará que a Gente faz”, projeto que visa apresentar in loco os principais empreendimentos do Governo estadual, sendo o Centro de Eventos do Ceará, o primeiro equipamento a ser visitando.

Durante a visita, os secretários Eduardo Diogo, do Planejamento e Gestão, e Bismarck Maia, do Turismo, falaram da importância do Centro de Eventos para a economia do Estado. Eduardo Diogo falou ainda da importância do projeto “O Ceará que a Gente Faz”, criado pela Seplag em parceria com a Casa Civil, para atender a solicitação do governador Cid Gomes, que “tem a preocupação de aprimorar o diálogo com a sociedade. O foco é desenvolver políticas públicas que possam atender aos anseios dos 8,5 milhões de cearenses”. O Secretário destacou ainda que “obras significantes como o Centro de Eventos, Refinaria, Siderúrgica e Acquario, são verdadeiros ícones, que farão parte do grande legado que o governador Cid Gomes deixará para o povo cearense”.

Já o secretário do Turismo, Bismarck Maia, lembrou a determinação do governador Cid Gomes de priorizar o turismo, fazendo do Ceará um destino sério. “Fazemos a promoção do turismo ancorada nos atrativos naturais, investindo na conservação e recuperação desses atrativos, além de criar uma superestrutura que faz do Ceará o diferencial”.

O presidente da Federação das CDLs do Ceará, Honório Pinheiro, falou em nome dos convidados. Agradeceu o convite e disse que o Centro de Eventos é um equipamento que desperta como grande esperança dos cearenses. “Uma obra dessa magnitude nos faz acreditar que somos capazes. Seremos agentes multiplicadores desse processo”, concluiu o presidente da Federação.